quarta-feira, 11 de março de 2009

Velhote show de bola procura*



ilustracao em 3d (ou mais)

Assim,
Depois de passar 36 anos fazendo um trabalho brilhante como assessor de sub-secretário de turismo de Salvador me senti preparado para me dar aquela guinada na vida. Dei um tapa no visual, comprei uma meia laranja, uma calça verde musgo, várias camisas vinho —pra combinar— e pintei o cabelo de acaju com o WELLA COLOR PERFECT DEEP BROWN 4/77. Fiquei mesmo um garotão! Pronto, o caminho natural para um ex-assessor de sub-secretaria de turismo na Bahia é mesmo se tornar editor de jornal de economia na África. Arrumei minhas malas, me despedi da família, mandei um recado pro orkut da amiga adolescente da minha filha que eu pagava pra chamar de namorada e me piquei pra Angola.
Aqui em Luanda eu tive a oportunidade de lidar com outro lado da vida. Um mundo cheio de possibilidades, onde eu poderia ganhar um dinheirão, ser chefe de alguém e finalmente parar de ser humilhado pelas mulheres, amigos e qualquer um que olhasse minha cara. Não tendo amigos, não tenho ninguém pra me humilhar, tendo grana eu posso pagar pras mulheres fazerem o que eu quero, mesmo que por um ou dois minutos...
Me adaptei facilmete a cultura local também, parei de escovar os dentes de vez e os dentes que já faltavam em minha boca tão super na moda por aqui. Culto, reservo as noites para me atualizar e enrriquecer meu intelectuo assistindo àquelas séries magnificas do AXN.
Apesar de não ter a mínima idéia de como fazer esse trabalho eu tenho uma sala só minha e posso passar o dia todo dando ordens arbitrárias pra quem eu quiser. Me cago de medo dos chefes angolanos, mas com o knowhow adquirido no funcionarismo público brasileiro não é difícil fingir que está tudo bem. E está tudo bem! Algo me diz que essa crise financeira mundial já vai passar, que Angola está imune a ela e que minha idéias são brilhantes! É isso que eu tento passar no meu jornal.
Tenho 66 anos, mas pareço ter 63 e estou prcurando alguém pra dar um sarro. Ganho uma quantia obscena de dinheiro e isso é tudo o que eu posso dizer sobre o meu potencial romântico.
Quem quiser me achar, escreva pro dono deste blog com o subject: Periguete Com Uma Foice Procura.
Vou ali demitir alguém e já volto.
Beijo


*Os personagens citados neste texto são fictícios. Qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência.

3 comentários:

jandirainbow disse...

Zé!! Fala comigo urgente!!

poli disse...

Nao quero nem cruzar com esse cara, mas se encontrar denucio.

Anônimo disse...

eu gostei muito desse personagem, você deveria escrever mais sobre ele - apesar de estar na cara que não existe ninguém no mundo que possa ser tão estúpido e cretino como ele.
quer dizer, uma vez eu conheci alguém que era praticamente assim, mas não é possível que ele fosse de fato assim, certo? porque não é possível MESMO que exista alguém assim de verdade verdadeira, na vida real mesmo...
beijo
mayra